Todas as coisas

“Foi a Adão que Deus deu a faculdade de dar o nome a todas as coisas. A Eva, não.

Porque Eva já era todas as coisas, os pássaros, as borboletas, as flores, a água, o céu, as nuvens, a lua e as estrelas, o vento e o rumor da noite.”

 (Annibal Augusto Gama)

6 pensou em “Todas as coisas

  1. Bom dia, “tia” Selminha!
    As palavras do cronista e a cena/música desse filme fazem chover pétalas no meu café da manhã. Tudo tão lindo…

  2. Audrey é uma graça, amo “Moon River” e ele é o vizinho dos sonhos, verdade seja dita. Daqueles da gente ir pedir uma xícara de açúcar por dia na emergência…rssss……

  3. Hellooooo……. nada supera o q/ Annibal escreveu pra nós. Hoje ele é a imagem, a música e a poesia. E tenho dito.

    Bjkts

  4. Tive conhecimento de algumas curiosidades sobre essa cena:
    1) Tiveram q construir um violão menor para ela aparecer melhor na cena (se é q isso seja possível. Ela é d+).
    2) Ela ñ aceitou gravar cantando. Essa apresentação, nem faz parte da trilha musical original, mas o + interessante, é q apesar de possível, ninguém ‘pirateou’ ela cantando na cena. Pq será?
    Show dos melhores. Obrigado Bloghetto

  5. Cena inesquecível…aliás, a Audrey é. maravilha…me emociono ao vê-la…que pescoço…uma bonequinha de luxo…

Deixe um comentário