De furtos outros

Linda, linda…

Como um ladrão roubei
Rostos, restos, risos
Como um ladrão corri
Riscos, mares, medos
E fui deixando rastros, marcas, mortes
E carregando pedras, presas, pesos
E me entregando sempre, sempre, sempre
Pelo prazer de ter
As sensações totais
E desprezar o tempo, o tédio, o certo…

 httpv://www.youtube.com/watch?v=1wHsQ2xOwHw

7 pensou em “De furtos outros

  1. – Sim, sem dúvida uma bela canção. Com uma letra curta, mas carregada de dramaticidade.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.