Dia HH

Em 21 de abril de 1930 nascia Hilda Hilst. Poetíssima Hilda.

“e o que foi a vida? uma aventura obscena, de tão lúcida.”

“Se pelo menos um amante da poesia foi atingido e levantou de cara limpa depois de ler minhas esbraseadas evidências líricas, escreva, apenas isso: fui atingido. E aí sim vou beber, porque há de ser festa aquilo que na Terra me pareceu exílio: o ofício de poeta.”

AMAVISSE

Como se te perdesse, assim te quero.
Como se não te visse (favas douradas
Sob um amarelo) assim te apreendo brusco
Inamovível, e te respiro inteiro

Um arco-íris de ar em águas profundas.

Como se tudo o mais me permitisses,
A mim me fotografo nuns portões de ferro
Ocres, altos, e eu mesma diluída e mínima
No dissoluto de toda despedida.

Como se te perdesse nos trens, nas estações
Ou contornando um círculo de águas
Removente ave, assim te somo a mim:
De redes e de anseios inundada.

Hilda Hilst
(1930-2004)

7 thoughts on “Dia HH

  1. Fantástica Hilda. Odeio o rótulo de polêmica pra ela. Era POETA. Simples assim. Estaria com 85, linda!!

  2. – Hilda, se a sua expressão “um amante da poesia” puder ser interpretada não somente como dirigida a um “connaisseur”, um “expert”, mas, também, como direcionada a um admirador, um catecúmeno da poesia, alguém que por não ter muita familiaridade com as normas que regem o versejar, independentemente da fama do autor guia-se, sobretudo, pela emoção produzida pelas imagens que se formam em seu espírito advindas do poema que tiver diante dos olhos, como essa beleza em forma estrofes que outra poeta selecionou para o post, então, Hilda, onde você estiver, FUI ATINGIDO!

  3. Seu rasgar de alma se esvai em poemas fortes, rudes, puros, verdadeiros e sensíveis. Poesia que faz morada na veia, no coraçao!

  4. 85… O que estaria dizendo esta mulher à frente de seu tempo…
    Amei a lembrança, Selminha.

  5. mais uma maravilha nesse dia de Tiradentes..Hilda tirava de nossos corações emoções…sou apaixonado literalmente por Hilda e as histórias dela com Ligia Fagundes Telles são sensacionais. Se complementavam…

  6. Gosto muito da poesia dela.
    “Amavisse” é uma escolha perfeita, Selma.

Deixe um comentário