Finalmente!

Surge a música, a melodia se impõe, emoções se transformam em turbilhão. “Nunca mais”, as palavras ressoam na mente, não sei o que fazer delas. Afasto-as, é inútil, retornam, tenho de aceitá-las. Distancio-me da música, não a ouço mais, volta a calma. Finalmente!

Roberto Pellegrino